SC Angrense inicia projeto no Futebol Feminino

O Sport Club Angrense inicia a época desportiva de 2021/2022 com um novo projeto que visa o fomento do futebol feminino na ilha Terceira.

Depois de ter integrado várias atletas nas suas Escolas de Formação, a época passada, este ano, o SC Angrense assume a responsabilidade de reativar o futebol feminino na ilha Terceira no âmbito dos clubes, assumindo um projeto desportivo nessa área que estava a ser desenvolvido

pela Associação da Futebol de Angra do Heroísmo.

Com um plantel de quase três dezenas de jogadoras, sendo que mais de 90% são do escalão sénior, a equipa de futebol feminino do SC Angrense tem a orientação técnica do treinador Lino Inocêncio, sendo os dirigentes Cláudia Borges e Paulo Ávila Sousa.

Os treinos da equipa de futebol feminino do SC Angrense arrancam no início do próximo mês de setembro, havendo a expetativa de que possa ser possível criar um quadro competitivo, no âmbito da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo, com o surgimento de outras equipas, tal como acontece em ilhas como a Graciosa ou São Jorge.

Enquanto a bola não começa a rolar nos treinos das jogadoras do SC Angrense, têm decorrido diversas reuniões e realizados procedimentos de modo a preparar o arranque da atividade do futebol feminino no clube.

Nesse âmbito, foram definidos pelo Departamento de Futebol Feminino os seguintes objetivos:

O SC Angrense é um clube que defende e promove o associativismo, a solidariedade e pretende integrar os demais clubes nacionais na defesa da igualdade de género. Ao criar esta equipa vimos promover e apoiar o futebol feminino. Oferecemos infraestruturas, bem como, a abertura e envolvimento da população para o futebol praticado por mulheres, com vista a melhorar o desenvolvimento do trabalho dentro do clube e criar uma rede de novas relações estratégicas, fundamentais para o desenvolvimento e crescimento da organização desportiva. É nosso objetivo ter a capacidade de perceber as necessidades das atletas, desenvolver serviços desportivos e de lazer de qualidade e diferenciar-se dos demais adversários. Num futuro próximo, seremos o exemplo de igualdade de oportunidades e desafios. Aprenderemos uns com os outros, no entanto seremos pioneiros”.

O Presidente do SC Angrense, Bruno Mão de Ferro, considera que a aposta no futebol feminino enquadra-se nos princípios do clube no que se refere ao acesso generalizado da comunidade à

prática desportiva.

Bruno Mão de Ferro realça que “o projeto desportivo do SC Angrense está fortemente cimentado na área da formação e na aposta e valorização dos atletas locais. Entendemos que, também no caso do futebol feminino, podemos desenvolver um trabalho pioneiro que possa ser seguido por outros a bem da prática desportiva para todos e da promoção da igualdade de género”.

Recorde-se que o SC Angrense foi o primeiro clube filiado na Associação de Futebol de Angra do Heroísmo a ser certificado com a classificação de 3 estrelas, na modalidade de futebol, pela

Federação Portuguesa de Futebol, mantendo, há duas épocas consecutivas, essa distinção.